fbpx

Palavras chave de cauda longa, você sabe o que é?

//Palavras chave de cauda longa, você sabe o que é?

A estruturação de palavras-chave de cauda longa é um passo importante para a formação de conteúdos encontrados pelo Google e possuem um bom ranqueamento.

A palavra-chave de cauda longa direciona o público específico para o seu site, porque no momento em que você especifica a busca, você ficará no topo daquela pesquisa, sendo mais fácil para ser achado e tendo mais cliques.

Com isso, você terá vários benefícios dentro do seu site. Por exemplo, se você tiver mais cliques, o Google entenderá que seu site tem relevância, e assim você aparecerá constantemente em boas posições nos resultados de busca e, provavelmente, alcançará suas metas a longo prazo.

Uma forma de otimizar o seu conteúdo entre os demais sites é usando as palavras-chaves de cauda longa e deixando pra lá as genéricas.

Por mais que as palavras-chaves de cauda longa tenha um volume de busca menor, a disputa será menor também. Assim, o índice de conversão vem a ser maior pelo fato de ter usuários segmentados.

Afinal, o que é a Palavra-chave de cauda longa?

Palavras-chaves cauda longa ou long tail keywords normalmente são compostas por três ou quatro palavras, sendo quase uma frase curta e dando à busca uma certa precisão e, provavelmente, uma chance maior de conversão.

Long Tail – O termo veio a tona quando Chris Anderson abordou em um artigo na revista Wired, e logo, ele conceituou em seu livro.

“A teoria da Cauda Longa diz que nossa cultura e economia estão mudando do foco de um relativo pequeno número de ‘hits’ (produtos que vendem muito no grande mercado) no topo da curva de demanda, para um grande número de nichos na cauda. Como o custo de produção e distribuição caiu, especialmente nas transações online, agora é menos necessário massificar produtos em um único formato e tamanho para consumidores. Em uma era sem problema de espaço nas prateleiras e sem gargalos de distribuição, produtos e serviços segmentados podem ser economicamente tão atrativos quanto produtos de massa.”

E as palavras-chave de cauda longa seguem exatamente essa idéia: baixa procura, mas boa conversão e conteúdo específico para aquele determinado público.

Esqueça as palavras genéricas

Deixando as palavras genéricas fora do seu planejamento, você consegue direcionar o conteúdo mais precisamente, pois o conteúdo irá competir apenas com os específicos igual a ele no SERP, não com uma grande massa de conteúdo aleatório.

Por exemplo, se você usar a palavra-chave “mesa de escritório para computador” “mesa para notebook” “mesa de trabalho para escritório” “mesa de escritório com apoio para teclado de notebook” “mesa pequena de trabalho para escritório” você irá competir apenas com outros sites de móveis para escritório.

Mas, se você utilizar a palavra genérica “mesa”, você irá competir no SERP com todos os sites de móveis para casa, jardinagem, decoração, e por aí vai. Além disso, isso agregará valor ao seu site, mostrando que você entende sobre aquele assunto e fala sobre aquele determinado assunto, se aproximando do seu produto final e com uma chance maior de converter o Lead.

Além de você segmentar o seu público e entregar um conteúdo mais preciso, você aumenta a qualidade dos conteúdos ranqueando no SERP e das campanhas usando Google Ads.

Como usar as Palavras-Chaves de cauda longa

Primeiro você terá que definir qual o seu objetivo com o conteúdo que irá gerar. Seja seu objetivo tirar dúvidas, construir confiança para com os clientes, mostrar as especialidades da empresa, construir sua reputação naquele ramo, enfim, tanto faz, apenas defina-o e o resto se torna menos complicado.

O que você deseja alcançar e quem você deseja alcançar?

Respondendo essa pergunta simples, você já pode começar suas buscas, pois assim você terá algo estabelecido e não sairá fazendo coisas aleatoriamente, chegar no final e se perguntar: O que eu estava fazendo mesmo?

Dado o primeiro passo, agora é a hora de começar a sua pesquisa. Ferramentas como o Analytics e Search Console analisam o seu site e te ajudam nesse caminho de quais palavras funciona pro seu negócio.

Para você começar a usar as palavras-chaves nos seus conteúdos e anúncios, é importante que você pesquise quais termos estão sendo relevantes dentro da sua área de atividade. Assim, você saberá o que o público está buscando e o que você tem para oferecer. Juntando o útil ao agradável, você terá seu primeiro passo para a construção de

palavras-chaves de cauda longa.

Uma dica muito importante também é pensar como o cliente. Finja que você é o cliente e está atrás do produto que sua empresa oferece. Como você pensaria na hora de pesquisar para chegar até ele? Quais dúvidas você teria sobre ele? Como você saberia o momento certo para usá-lo?

Responda essas perguntas para você mesmo e veja como funciona.

Nem todo mundo tem o mesmo leque de vocabulário, uns são mais rebuscados, outros mais restritos, então use sinônimos. Assim você será encontrado de várias formas e em mais regiões: alimento/comida; tela/painel; pano/tecido; carro/automóvel.

Dando um exemplo bem simples de pluralidade cultural da fala é: Em belém se fala macaxeira, já em São Paulo é mandioca;

As palavras-chave são de cauda longa, não o texto inteiro. Então, cuidado com o tamanho na hora de construir a sua.

Não faça palavras-chaves quase genéricas e nem frases inteiras, assim você pode acabar comprometendo o seu conteúdo.

E, o mais importante para você estar em uma boa posição no SERP é produzir um conteúdo de qualidade.

Cada vez mais o algoritmo do Google está valorizando na hora da busca orgânica os conteúdos que cumpram os requisitos de SEO e sejam relevantes.

Então, capriche no conteúdo, coloque suas palavras-chave e invista nisso. Essa é a forma mais fácil para ranquear sem precisar de gastos (ou muitos gastos) com anúncio pago e ter uma fidelização dos seus clientes e conversão de Leads.

Vantagens da Long Tail

Como já falamos acima, essa é a forma mais eficaz para você ser encontrado nos buscadores. Além de segmentar o seu público, você aumentará as visitas do seu Site por ser exatamente (ou quase isso) que o usuário está buscando.

O que adianta você ter uma loja de móveis para escritório, aparecer entre um dos primeiros no SERP para a palavra genérica “mesa” e o usuário está atrás de mesa de jantar? Mas, como já falamos, se você oferece o que está sendo buscado, Bingo! Um acesso e uma possível conversão.

Ser claro com o que tem dentro do seu link é uma forma de você conquistar o cliente. A clareza no conteúdo atrai muito, porque cada vez mais as pessoas estão atrás de empresas diretas e que transmitem sinceridade. Então, como você não está fazendo um conteúdo vago, o usuário clicará para procurar o que ele deseja.

Além desses pontos, você terá mais facilidade na hora de estruturar sua estratégia de conteúdos e SEO. Sabendo sobre o que o seu público deseja, você direciona o conteúdo e coloca o necessário para uma boa criação. Além disso, criará boas pautas com palavras-chaves de cauda longa, assim você pode utilizar a sua criatividade para criar um diferencial na sua empresa e não criando pautas e pautas de conteúdos.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.